«Escrever não é agradável. É um trabalho duro e sofre-se muito. Por momentos, sentimo-nos incapazes: a sensação de fracasso é enorme e isso significa que não há sentimento de satisfação ou de triunfo. Porém, o problema é pior se não escrever: sinto-me perdido. Se não escrever, sinto que a minha vida carece de sentido.»
de Paul Auster
"Saber que será má uma obra que se não fará nunca. Pior, porém, será a que nunca se fizer. Aquela que se faz, ao menos, fica feita. Será pobre mas existe, como a planta mesquinha no vaso único da minha vizinha aleijada. […] O que escrevo, e que reconheço mau, pode também dar uns momentos de distracção de pior a um ou outro espírito magoado ou triste. Tanto me basta, ou não me basta, mas serve de alguma maneira, e assim é toda a vida."
de Bernardo Soares

domingo, 6 de junho de 2010

Estudo XLVII

Sábado

não estou aqui,
permaneço ao teu lado,
mas não sou mais que uma fotografia,
condenada ao silêncio de uma folha de papel,

não estou aqui,
o sorriso que te devolvo,
é mera pintura de um artista anónimo,
esquecido ao bater das horas,

não estou aqui
e também não sei onde vou
(só sei que não estou)


Gun, Andy Warhol, 1981-1982

1 comentário:

  1. imagem e poemas combinados como bala certeira.
    beijinho, lauríssima!

    ResponderEliminar